A cada estação uma emoção, venha Florescer com Pâmella Duarte.

O ano tem 4 estações recorrentes que são Primavera, verão, outono e inverno. A cada estação estação todas tem uma características que marcam essas fases do ano.

Na Primavera onde tudo fica muito lindo, as flores começam a ter vida, desabrochar, saltar e se renovar. Pegando forças do pré aquecimento que sucede na próxima estação, o Verão. A primavera começa em torno de 21 de setembro e tendo seu término em dezembro. O verão surge, com seus raios ultravioletas mais intensos, isso se dá ao motivo do hemisfério sul que é o nosso, está mais próximo ao sol. O verão começa em dia 21 de dezembro, tendo seu término em março. Logo dá origem ao outono. Marcado pela caídas das folhas das arvores. É a estação que faz com que a natureza se prepare pra próxima estação que virá, reduzindo a duração dos dias e gradativamente baixando sua temperatura. O outono começa dia 21 de março e tendo seu término em junho. Chega o Inverno, a estação do frio. O dia se torna mais curto e os termômetros se mantêm baixos. É a época da elegância, onde roupas são mais usadas, casacos, cachecóis e botas. O Inverno tem seu inicio em em 21 de junho e terminando em setembro, mês onde recomeça os ciclos, com a Primavera.

Assim a designer de moda Pâmella Duarte se inspirou no poder das 4 estação e também se baseando nos estudos de visagismo de Philip Hallawell correlacionando as estações ao tipos de pele, ‘‘ O frescor das peles vibrantes e douradas combinam com as cores da primavera, época das flores. As peles exuberantes, avermelhadas, se harmonizam com as cores do outono, a estação das folhas caídas. peles rosadas combinam com as cores mais claras de verão, enquanto as peles amareladas ou pálidas vão bem com as cores frias e intensas do inverno.’’

Surgiu então a ideia de trazer a metamorfose das flores nas estações e relacionando a esses estudos, dando começo a sua coleção intitulada ‘Florecer’. Pâmella traz nessa coleção a delicadeza das flores, a beleza pura e exótica, a essência de cada uma, além de trazer a essência do feminino e transmutando para seu mundo frutificar um ideal visível em sua coleção.

No seu ‘buquê’ ela desenvolve peças leves e delicadas, combinadas com estampas e cores suaves e em tons pasteis. Mas a principal imagem que ela transferi para nós é uma mulher doce, pura, com ternura e simpatia. Por mais que achem, não são características que toda mulher possui. É justamente nesse nó que a Pâmella aperta. Uma mulher que não se encontra em qualquer lugar.

Pamela1

Na ilustração de sua coleção ela mostra bem o uso de estampas e misturando cores tom pastel.

Pamela2

Logo aqui temos o vídeo de sua coleção.

Depois de perder o fôlego no embalo das 4 estações, a coleção da Pâmella trouxe o nascer das flores, o sopro de outono, o frescor de inverso e a radiante luz do sol diante dos nossos olhos. Quero agradecer-lhe Pâmella pelo espaço dado a mim, de mostrar seu trabalho. Obrigado.

Encerro por aqui esse post de hoje, espero que tenham gostado, dê sua opinião nos comentários. Kisses.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s